21 MAR 2021 5pm UTC “l3n1r4” by Dyó Potyguara (Rio da Janeiro, BR) dur 40min

l3n1r4, código ritual é uma performance idealizada y articulada por Rastros de Diógenes. L3n1r4, lê-se lenira é incorporação da revolta por meio da poesia y corporalidade bixa. nasce nas entranhas de mamanguape, desagua no Rio de Janeiro, sendo apresentada virtualmente na India, Leste Europeu, Bolívia y pelo Brasil em João Pessoa (PB, 2 vezes), em Belo Horizonte (MG), Vitória (ES), São Paulo (SP) y no Rio de Janeiro (RJ, cerca de 4 vezes) entre 2018 e 2019. A performance em questão carrega em pesquisa aspectos da necropolítica brasileira, assim como também questões de gênero, identidade y território.

Dyó Potiguara é Rastros de Diógenes, bixa não binária, artivista y performer paraibana. Curadora independente, articula o Gira_Circuito Itinerante de Performances. Participou de Exposições coletivas, festivais de performance y residências Artísticas no Brasil, tendo como formação Design Gráfico. Explora práticas poéticas y pedagógias experimentais auto referenciadas.Curriculo: 2020 < Residência MAM Capacete – Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (RJ), 2020 Residência Artistica Memórias Negre-Natives – Casa Mata (CE), 2020 Exposição Liminal Pavillion – Bienal de Banguecoque – Tailândia, 2020 – Leituras da manifesta para nova década – 2020 Exposição Arrebatrá – Centro Municipal de Artes Helio Oiticica – RJ Raiz em Comum, Tarde de Performances – Centro Cultural Laurinda Santos Lobo – RJ Festival Mingas de Cuerpos, #accionesreciprocas – ONLINE /Bogotá – Colômbia // Coletiva Ocultas Hieróglifo ~~~ / Raiz em comum, Tarde de Performances – Centro Cultural Laurinda Santos Lobo – RJ – 2020 2019 Exposição Bela Verão Transcendências (Galpão Bela Maré) / Rio de Janeiro. Exposição Exu Cabaça (Museu de História e Cultura Afrobrasileira) Rio de Janeiro. Setima temporada do Segunda Preta / Teatro Espanca / Belo Horizonte, MG. Articulou a Terceira edição do Gira Circuito Itinerante de Performances (Rio de Janeiro). Temporal Festival de Performance Arte (Paraguay) Exposição Corpos-Cidades, Galeria Pence – Lapa, Rio de Janeiro. Artista convidade na XI MUAC / Universidade Federal da Paraiba / João Pessoa. Festival LGBTQ Lacração – Mucane / Vitória – ES Africanizze Aquilomba / Coletiva Ocultas – Pence, Lapa – RJ Festival Corpos Críticos 02 – Espaço Apis /RJ 2018_ Exposição: Africanizze Performática (Centro Municipal de Artes Helio Oiticica, RJ) com o projeto Lab Òkará/ terreiro afetivo. Circulou com a Mostra IP de intervenção urbana e Performances (diversas cidades do Brasil) E Com a Mostra Gifformance de Performance em Giff com exibição em São Paulo, Asuncion e Bruxelas) WarmFlashe 2018 – Republica Tcheca / Video-conferencia. Articulação do circuito Gira itinerante de performances (RJ/PB Performa na Casa Núcleo em João Pessoa (Pb) Festival Serformance em SP e integra o projeto Encruza (RJ) e Exu Cabaça como performer. 2016_ Mostra Afrorresistencias – Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro – Rj | Festival Urgência (video performance) -Palmas / To. 2015_ Bienal do Sertão 2 – Juazeiro / BA | Festival Codorna Performa (ateliê Codorna) Rj.

ARTIST WEBSITE